quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

Entrevista a Bárbara Baldaia - pela turma do 6ºE

 


Bárbara Baldaia, 43 anos, foi entrevistada pela turma 6ºE da Escola Francisco de Arruda. Criámos um guião de entrevista e no dia combinado (05/11/2020), a nossa entrevistada falou connosco via Google Meet.



Vasco/Quélia: Qual é o seu nome completo?

Bárbara Baldaia (BB): O meu nome completo é Magda Bárbara Baldaia Santos Silva.


Catarina/Matilde: Qual a sua idade?

BB: Tenho 43 anos.


Alexandre/Misael: Onde e quando descobriu o seu dom jornalista?

BB: Na escola, estava no 8º ano. Na aula de Português, a professora pediu para fazer uma entrevista e eu gostei muito. Inventei uma entrevista a uma banda. Foi assim que descobri o meu dom de jornalista.


Beatriz-Luiz: O que a motivou para ser jornalista?

BB: O que me motivou para ser jornalista foi gostar muito de escrever em língua portuguesa e de contar histórias. Afinal de contas, ser jornalista é isso - contar histórias.


Suéli/Joice: Como se formou para ser jornalista?

BB: Formei-me a tirar o curso de Comunicação Social na Universidade do Minho e fui para Washington, nos Estados Unidos, tirar o curso de jornalismo. 


Jamila/Leonor: Em que ano acabou o curso? 

BB: Acabei o curso no ano 2000.


Melanie/Carolina: Tem mais do que um emprego?

BB: Essa é fácil de responder - não!


Ruben S./Fábio: Quando foi a primeira vez que participou num canal televisivo?

BB: A primeira vez que eu participei num canal televisivo foi no canal 11, em 2019. O canal ainda estava no início. Até lá, só trabalhei em rádios e jornais.


Lara-Flávio: Quando começou a trabalhar no canal 11?

BB: Foi logo quando o canal 11 abriu, no ano passado, em 2019.  


Santiago/Ana: Qual foi a sua primeira entrevista no Canal 11?

BB: A minha primeira entrevista no Canal 11 foi a um jogador muito antigo da seleção portuguesa, chamado Pauleta. 


Ruben T./Guilherme: Qual foi a sua entrevista favorita? Porquê?

BB: A minha entrevista favorita foi a um antigo jogador da seleção francesa, Lilian Thuram, que agora tem uma fundação antirracista. Gostei do tema porque, pessoalmente, preocupa-me.


Gabriel/Ricardo: O que achou da nossa entrevista?

BB: Gostei muito da vossa entrevista, porque acho engraçado pessoas da vossa idade fazerem este tipo de trabalhos e gostarem de jornalismo. 

Sem comentários:

Publicar um comentário