segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

“O mar mágico” - 4º A, Escola Básica Alexandre Herculano

 

    Este foi o texto que o 4º A escreveu para participar no concurso “Histórias do Mar de Ir e Voltar”. 

    Está de parabéns, pois recebeu uma menção honrosa. 

    Esperemos que todos gostem da história! Nós adoramos escrevê-la!

fonte própria


O que queres ser quando fores grande? - Turma do 2º ano - A - EB Alexandre Herculano

 O que queres ser quando fores grande?


“Polícia, porque quero vigiar as ruas”. (B.N) 

“Médica, porque gosto de tratar pessoas”. (F.R) 

“Veterinária, porque gosto muito de animais”. (C.S) 

“Polícia, porque quero controlar o mundo”. (J.P) 

“Mágico, porque já sei alguns truques”. (A.S) 

“Obstetra, porque quero ajudar os bebés a nascer”. (M.B) 

“Veterinária, porque adoro animais”. (M.C) 

“Jogador de futebol, porque quero ganhar taças”. (C.B) 

“Jogador de futsal, porque quero ganhar os jogos todos”. (J.S) 

“Veterinária, porque quero ajudar os animais”. (M.B) 

“Piloto, porque quero guiar aviões”. (M.A) 

“Jogador de futsal, quero marcar muitos golos” (K.T) 

“Obstetra, porque gosto muito dos bebés”. (C.S) 

"Cabeleireira, porque é a profissão da minha mãe”. (I.L)

fonte própria

“Professora, porque quero dar aulas”. (A.B) 

“Futebolista, porque posso ir para todos os estádios”. (R.M) 

“Médico, porque quero tratar as pessoas doentes”. (T.S) 

“Médica, porque gosto de cuidar das pessoas.” (C.M)
fonte própria


“Polícia, para apanhar os ladrões.” (R.P) 

“Médico, para tratar doentes.” (B.F) 

“Professor de Matemática, porque gosto de ensinar pessoas.” (S.F)
 
“Professora, para ensinar muitas coisas às pessoas.” (F.P)
fonte própria


O Presente - texto de Eunice Pinto e de Leonor Piloto, 6ºF

 

        Era uma vez um menino que passava o tempo a jogar videojogos e por isso não convivia. Certo dia, a mãe chegou do trabalho com uma grande caixa que pôs em frente do filho. 

        -Mãe! - reclamou o menino por a mãe lhe ter tapado o jogo. 

        A mãe, logo de seguida, abriu as cortinas e disse: 

        -Tenho uma ideia! Por que é que não abres o presente que eu te dei? 

        -Presente?... Qual presente?... - pergunta-se o filho. 

        Após ver a prenda, fez o que a mãe lhe disse e abriu-a. Mas qual não foi a sua surpresa, quando ao abrir a caixa encontrou lá dentro um cão bebé e loirinho que depressa lhe saltou para cima. O filho ficou todo contente, mas acabou-se-lhe a felicidade quando viu que, tal como ele, o cão não tinha uma perna e então atirou-o para o chão.

Ainda assim, o cão não desistiu de tentar brincar com o menino e foi novamente ter com ele, mas ainda não foi desta, pois o rapaz deu-lhe um pontapé. O animal não desistiu e, ao procurar coisas para fazer com que o menino brincasse com ele, avistou uma bola debaixo de um móvel e não perdeu mais tempo: foi buscá-la e atirou-a para ao pé do rapazito, que sorriu, mas tentou ignorá-lo. O cão atirou mais uma vez a bola e finalmente o menino acabou por ceder. Então, ele levantou-se, pegou na bola e nas muletas e foi com o cão brincar para o jardim.


REFLEXÃO: Nunca devemos deixar que as nossas diferenças nos impeçam de nos divertirmos e de ser felizes. Todos temos direito à DIFERENÇA e à FELICIDADE.



(trabalho realizado a partir do visionamento de um pequeno filme, na aula de Português)

“Desleixo versus prevenção” - Xavier Cartó, 6ºF

 




Era uma vez dois colegas de trabalho que estavam a ir para casa e foram para a paragem esperar pelo autocarro. 

Um deles, quando se estava a sentir muito cansado, levou a mão à cara e nesse momento a Covid aproveitou para entrar no seu sistema, iniciando uma “Covid Party”. 

Ele espirrou para cima do seu colega e como este tinha a máscara mal colocada, a covid entrou e infetou-o. 

Passado algum tempo, passou uma mulher com uma criança, e um dos homens espirrou-lhes para cima, sem querer. Mas tanto a mulher como a criança usavam uma máscara bem colocada e dessem modo a Covid não as conseguiu infetar. 

Quando chegaram a casa, a mulher e a criança lavaram imediatamente as mãos e as máscaras evitando ficarem contagiadas com Covid-19.


Moral da história : Mais vale prevenir do que remediar!






(trabalho feito a partir de um visionamento de um vídeo, na aula de Português)

O Cartoon - por Raíssa Ferreira, 8ºA

 

O Cartoon – comentário crítico


           O autor do cartoon é Rodrigo e o tema é o abandono dos animais.

               Na imagem pode ver-se uma pessoa que está  a abandonar um animal no lixo. A intenção crítica que o cartoon pretende transmitir é o abandono dos animais e alertar as pessoas que não o devem fazer.

               A mensagem transmitiu-me que não devemos abandonar os animais e a minha opinião sobre isso é que se não gostamos ou não queremos o nosso bicho de estimação, deveríamos dá-lo a casas de acolhimento ou algo parecido e não cometermos maus-tratos ou abandono.

Trabalho realizado a partir de um cartoon do manual Diálogos 8,

da Porto Editora

TEXTO DE OPINIÃO: A POLUIÇÃO - Texto de Inês Cruz, 8º A

 

Na minha opinião, o ser humano está a ajudar a estragar o ambiente, porque está a poluí-lo e está a contribuir para o aquecimento global.

 

Isso afeta as espécies de animais que estão em vias de extinção, porque são atingidas pelos fumos dos carros, das fábricas, os incêndios, etc., que mudam a temperatura dos seus habitats. Os plásticos no mar, o petróleo lá derramado, o lixo espalhado pelo chão, etc., faz com que os animais pensem que é comida e acabam por morrer.

Nós podemos acabar com isso reciclando, não atirar o lixo para o chão, reduzir o uso do plástico, plantar mais árvores, porque os incêndios estão a acabar com elas. Temos que fazer alguma coisa porque senão, quem sabe, até a espécie humana irá acabar um dia.


domingo, 24 de janeiro de 2021

O NATAL NA UCRÂNIA - por Ilona Chichanovska - 7º B e Khrystyna Zatsinska - 6º A

 


Tradicionalmente a Ucrânia comemorava o Natal apenas a 7 de janeiro, segundo determina o antigo calendário juliano, enquanto a Igreja Católica se guia pelo calendário gregoriano, desenvolvido em 1582 pelo papa Gregório XIII.

No entanto, uma nova lei aprovada no parlamento, veio estabelecer também o dia 25 de dezembro como feriado nacional para celebração do Natal católico.

Assim, desde 2017, tal como a Moldávia e a Bielorrússia que decretaram feriados tanto a 25 de dezembro como a 7 de janeiro, a Ucrânia passou também a comemorar oficialmente os dois Natais.











Kiev - é a capital da Ucrânia


Na véspera do dia de Natal (24 de dezembro ou 6 de janeiro) se comemora o Sviatei Vetchir [Святий Вечір] com uma reunião de família em torno de uma refeição festiva em que são servidos 12 pratos, representando os 12 meses do ano.


A ceia deve ser preparada com produtos não gordurosos que possam representar a água, o ar e a terra.

Durante a ceia, iniciam-se os cantos natalinos – «Kolhadê» que falam do nascimento do Menino Jesus. A alegria é contagiante neste momento da ceia e cada um saúda os presentes, iniciando uma «Kólhada».


1. «Kutiá» [Кутя] – considerado o prato mais importante e imprescindível na ceia de natal. É um prato doce à base de trigo cozido temperado com mel e sementes de papoila. Em muitas regiões acrescentam-se nozes, frutas secas, uvas passas grãos de trigo cozido adoçados com mel, passas de frutas (uvas) e nozes ou castanhas e sementes de papoila.

Segundo a tradição começa-se a refeição pela kutiá e todos erguem os seus pratos como num brinde em homenagem aos falecidos, tanto que o prato não é retirado da mesa até o final da refeição.


2. «Borcht» [Борщ] – sopa de beterraba e repolho, servida com pão de centeio.







 3. «Mlêntsi» ou «Nalêsneke» – tipo de panquecas com os mais diversos recheios.








4. «Varének» [Вареники] – espécie de pastel (tipo ravióli) que pode ser recheado com repolho, trigo-sarraceno (mourisco), ameixas, geleias ou sementes de papoila, batata e requeijão.





5. «Holubtsí»  [Голубці], – rolinhos de repolho, uma espécie de charuto, com trigo-sarraceno, cebola e cogumelos, enrolado com folha de repolho, e cozidos no vapor ou em banho-maria.





6. «Krujalkê» [Капусняк] – sopa repolho cozido, temperado com água, sal e iguarias.






7. Peixe [Риба] -  pode ser  em conserva, frito ou assado.







8. Várias espécies de pão, biscoitos de mel








9. «Kácha» - espécie de cevada moída, preparada com iguarias








10. «Hrebê» – espécie de cogumelos cozidos, preparados em forma de salada ou em forma de molho, para serem consumidos junto com os demais pratos.

11. «Pampushka» - pode ser um  pão doce (recheado com frutas e coberto com açúcar em pó) ou um pão salgado (com molho de alho e salsa picada).









12. «Kompot» ou «Uzvar» [Узвар] – compota feita das mais variadas frutas secas em conserva desde o verão (cereja, ameixa, pêra, maçã, uva).









 

E ainda há outros pratos tradicionais: «kapusniák» (sopa de repolho), «perijkê» (pastelinhos assados recheados com repolho, ou com doces de frutas), pepinos e outros mais.


AVENTURA NATALÍCIA - pelos alunos do 6ºF, 18 de dezembro 2020

 

                Numa noite de Natal, eu e a minha família decidimos ir passar a Consoada a casa dos meus avós. Assim que lá chegámos, descalçámo-nos, fomos lavar as mãos e não pudemos dar um beijinho ou um abraço aos meus queridos avós.

               Estávamos nós a conversar sobre como tinha sido na nossa escola, quando a nossa querida avozinha berrou, levando as mãos à cabeça:

               - Ai que nos roubaram o bacalhau!!!

               Ficámos todos muito embasbacados e corremos todos para a cozinha: a avó Maria estava a chorar baba e ranho diante da panela vazia. Apressei-me a consolá-la e reparei num papel em cima da mesa que dizia assim:” Este ano, vão ficar sem bacalhau!!! Ahahahahahhah!” , assinado: Mr. Green.

               Entretanto, ouvimos um barulho tremendo e vimos o Pai Natal a escorregar pela chaminé e a cair redondo no meio da cozinha a gritar:

               - Sou o salvador do vosso bacalhau! Enquanto vinha a descer pela chaminé, surripiei-o ao grande malandro do Mr. Green! Ei-lo! – e mostrou-nos meia dúzia de postas de bacalhau que a avó cozera.

               Convidámos o Pai Natal para jantar connosco, mas ele sujou as barbas todas, tendo que as desinfetar com álcool gel. Como demorou muito tempo, esqueceu-se de ir entregar as prendas aos meninos ……. E foi assim, que este ano, foram os pais a oferecer uma prenda aos filhos e não o velhote de barbas brancas!



Concurso/Desfile de Halloween 2020 - 3º Ciclo

 No dia 3 de novembro, os alunos do 3º ciclo participaram numa atividade interdisciplinar em Inglês/Português/Francês para comemoração de HALLOWEEN na Escola, através da apresentação de fantasias/disfarces alusivos à festividade. 

Os membros do Júri, constituído pelos professores das disciplinas de Inglês/Português/Francês, consideraram vencedores os seguintes alunos: 

1º lugar – Telmo Santos – 7º C (Mágico) 

2º lugar – Nádia Cidário – 9º A (Frankenstein) 

3º lugar – Lara Valente – 7º C (Diabo) 

              - Mariana Alexandra – 8º B (Bruxa) 

              - Clarisse Candeias - 8º B (Bruxa) 

Posteriormente, os discentes receberam prémios simbólicos e estão de PARABÉNS pelo empenho e criatividade!


----------------------------------------------------------------------------------

Testemunhos dos alunos participantes:



Eu gostei de participar no concurso de Halloween com os alunos do 3º ciclo. Eu estava fantasiado de mágico amaldiçoado. Adorei terem feito este concurso e gostaria de participar mais vezes nos concursos da escola! Gostei de ver os professores presentes e adoro a professora de inglês pois se não fosse ela eu não participava, porque eu estava cheio de vergonha e a professora Conceição teve que me convencer, senão eu não tinha ido, mas ainda bem que fui, pois fiquei em 1º lugar no concurso de Halloween!!!! 

Telmo Filipe Pereira Santos Nª20 7ºC



Neste ano letivo 2020-2021,na disciplina de inglês, a professora propôs uma atividade de Halloween. Eu gostei muito, pintei-me de demónio e também ajudei as minhas amigas a pintarem-se. Não consegui vir ao desfile na parte da tarde, mas fico muito feliz que tenha ficado em 3º lugar e diverti-me muito.

 LARA VALENTE . 7º C – nº 7

I had a lot of fun during the Halloween contest. There were many fun and imaginative fantasies. I was in 2nd place and got a pirate mask. I fell for Frankenstein. 

Nádia Cidário Nº18 9ºA




Eu gostei muito! Fiquei em 3º lugar. 

Clarisse Candeias 04/12/2020 Turma 8 B





I really liked the HALLOWEEN ACTIVITY and I liked being in the 3rd place. 

Mariana Santos nº 14 – 8º B


-----------------------------------------------------------------

FOTOS DO DESFILE DE HALLOWEEN: