sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Rimas e lengalengas de Natal 5ºF

 

Dia 17 de Dezembro foi dia de festa!


Certa palavra dorme na sombra

de um livro raro.

Como desencantá-la?

                 Carlos Drummond de Andrade


    Na escola Francisco Arruda os alunos do quinto ano de escolaridade, da turma F, realizam na aula de Português diversas atividades em torno da leitura de diversos géneros, dentro e fora da sala de aula, concretizadas com o propósito de continuar a desenvolver a leitura e escrita por prazer e para aprender.

    Assim, a turma F do 5.º ano participou numa oficina de escrita criativa sobre rimas e lengalengas cujo resultado se agora apresenta.

    Ler e escrever nunca é demais e é indiscutível o impacto extremamente positivo que a leitura e escrita tem no desenvolvimento das diversas áreas de competências das crianças e dos jovens.







sexta-feira, 24 de dezembro de 2021

Voto de um Feliz Natal e próspero Ano Novo!

 


São os votos do Agrupamento de Escolas Francisco de Arruda para toda a comunidade:

No Natal é o tempo de celebrar o amor, a amizade, a humanidade, a solidariedade, o altruísmo, que se afirmam, com particular intensidade, em cada um de nós, no nosso pulsar interior é, expectativa premente, nas nossas ações. Feliz Natal!  
O ano novo aproxima-se, está ao virar da esquina! É o prelúdio de uma nova aurora, de uma aurora renovada!
Que o novo ano seja uma era nova de poesia, de amizade, de Amor, de realização... sucesso... de doce a utopia, que tudo ilumina, que se concretiza!

Um Feliz Ano de 2022. 


sexta-feira, 23 de julho de 2021

DAC 5G PLNM CALENDÁRIO DAS FESTIVIDADES DOS PAÍSES DE ORIGEM DOS ALUNOS

 



DESCRIÇÕES DAS FESTIVIDADES;

VENEZUELA- FESTIVAL DE COROMOTO (2 de janeiro)
Este festival celebra a padroeira da Venezuela, no dia de 2 janeiro, a Virgem de Coromoto. Segundo a lenda, ela apareceu caminhando sobre a água, pedindo a todos para se batizarem.
Nesta data, celebram-se missas e exibe-se uma rede, para onde as pessoas se atiram, simbolizando as vidas salvas pelo baptismo.

IVANA KUPALA (Ucrânia) – começa do dia 6 de junho à noite e termina no dia 7
É uma festa celebrada no solstício de verão para celebrar a fertilidade. Os rapazes e raparigas fazem bonecos de Murena e de Kupalo e depois reúnem-se fora da aldeia, junto a um lago ou rio. Fazem fogueiras para onde atiram os bonecos e o ícone do São João Baptista. Queimam ervas especiais para atrair a sorte no amor e na colheita. As meninas cantam canções de amor.

Bakrid (=Eid al-Adha– Bangladesh (23 de julho)
Neste dia é feriado: as pessoas não trabalham e as escolas estão fechadas. Comemora-se o facto de Ibrahim (=Abrão) de obedecer a Alá (=Deus) no sacrifício do seu filho.
As pessoas comemoram esta data indo à mesquita orar e ouvir sermões, vestindo roupas novas e sacrificando um animal, que simboliza o sacrifício de Ibrahim.
DIWALI - 14 de novembro (Índia)
É uma festa hindu muito importante: simboliza a luta do bem contra o mal, da luz contra a escuridão e dura cinco dias. É uma festa que celebra o regresso do senhor Ram ao seu reino chamado Ayodhya, depois de ter salvado a sua esposa Sita de um demónio. Esta festa é conhecida como o Festival das Luzes, porque tem muitos fogos de artifício, muitas luzes, muita música e muita comida. As casas são enfeitadas e trocam-se presentes e doces.
Para os hindus, esta festa é tão importante como o Natal em vários países da Europa.

Teej ( Hindi : तीज) (Nepal) é o nome genérico para vários festivais hindus celebrados por mulheres em muitas partes da Índia (principalmente no norte e centro da Índia ) e no Nepal. Haryali Teej e Hartalika Teej dão as boas- vindas à estação das monções (=
Uma monção é tradicionalmente um vento reverso sazonal acompanhado por mudanças correspondentes na precipitação, mas agora é usada para descrever mudanças sazonais na circulação atmosférica e são celebradas principalmente por meninas e mulheres, com canções, danças e rituais de oração. Os festivais das monções de Teej são principalmente dedicados a Parvati e sua união com Shiva . As mulheres costumam jejuar em comemoração a Teej. (https://en.wikipedia.org/wiki/Teej, consultado em 24 de junho de 2021)
Navaratri (Índia) é um festival hindu que abrange nove noites (e dez dias) e é celebrado todos os anos no outono. É observada por diferentes razões e celebrada de forma diferente em várias partes da esfera cultural indiana . Teoricamente, existem quatro Navaratri sazonais . No entanto, na prática, é o festival de outono pós-monção denominado Sharada Navaratri que é o mais celebrado em homenagem ao divino feminino Devi ( Durga ). O festival é celebrado na metade brilhante do mês do calendário hindu Ashvin , que normalmente cai nos meses gregorianos de setembro e outubro. (https://en.wikipedia.org/wiki/Navaratri, consultado em 24 de junho de 2021)

RAMADÃO - Ramadã ou Ramadan é o nono mês do calendário islâmico. Em 2021, ano 1442 no calendário islâmico, começa em 13 de abril e termina em 12 de maio. Trata-se de um mês sagrado para os muçulmanos, reservado ao jejum para a purificação e renovação de sua fé. Durante esse período, o povo islâmico do mundo todo se abstém de comer, beber, fumar, ter relações conjugais e outras práticas consideradas pecaminosas, do nascer ao pôr do Sol. A realização do jejum durante o Ramadã é seguida pelos muçulmanos desde o segundo ano da Hégira, migração do profeta Maomé de Meca para Medina ocorrida em 622 d.C. , https://www.calendarr.com/brasil/ramada/ (consultado em 24 de junho de 2021)


Makar Sankranti 2021 (Nepal) 
Data: Celebrado com muito zelo e entusiasmo pelo povo da Índia e do Nepal, Makara Sankranti ou Maghi é um dos festivais hindus mais populares. Observado todos os anos no mês lunar de Magha, que corresponde ao mês de janeiro de acordo com o calendário gregoriano, quase sempre cai na mesma data todos os anos (14 ou 15 de janeiro), exceto em alguns anos em que a data muda por um dia.
Este ano, será comemorado no dia 14 de janeiro, com o Makara Sankranti Punya Kala das 8h30 às 17:46, e o Makara Sankranti Maha Punya Kala das 8h30 às 10h15, de acordo com drikpanchang.com .
Dedicado à divindade Surya (Sol) para transmitir gratidão à natureza por seus recursos, Sankranti denota o trânsito do sol no signo zodiacal de Makara ( Capricórnio ), que marca o fim do solstício de inverno e o início de dias mais longos. O significado de Surya pode ser rastreado até os textos védicos, especialmente o Gayatri Mantra - um hino sagrado do hinduísmo encontrado na escritura chamada Rigveda. https://indianexpress.com/article/lifestyle/life-style/when-is-makar-sankranti-2021-7142115/ (consultado em 24 de junho de 2021)

Celebração do Festival Chaite Dashain: (Nepal) 
O festival Chaite Dashain, que é celebrado todos os anos no Chaitra Shukla Ashtami, está sendo celebrado hoje pela adoração de Nava Durga Bhagwati. São quatro Navaratras num ano. Navratra em favor de Ashad e Poush Shukla não é muito popular. Dizem que Ashad e Poush adoram a deusa Shakti Swarupa até mesmo em Shukla Paksha Navratra. No Navratra do lado de Ashwin Shukla, Jamara é mantido desde o dia de Pratipada. É por isso que o Dashain do lado de Ashwin Shukla é chamado de Badadshain. Em Badadashain, no dia de Dashami Tithi, Tika e Jamara são administrados pelos devotos. Esta sequência dura até a lua cheia de Ashwin Shukla. Em Chaite Dashain, essa tradição não existe em muitas famílias. No Dashainghar de Hanuman Dhoka, é costume oferecer sacrifícios no dia de Ashtami junto com a adoração ritual. Ashtami e Navami são especialmente celebrados em Chaite Dashain. Ashtami é celebrado como Chaite Dashain e Navami é celebrado como Ram Navami, pois Rama nasceu como o filho mais velho do Rei Dasharatha e da Rainha Kaushalyavati de Ayodhya na era Treta. Adoração especial é realizada em Guheshwari, Jayabageshwari, Maiti Devi, Naxal Bhagwati, Bhadrakali, Shobha Bhagwati, Kalikasthan, Bajrayogini e outros lugares no Vale de Kathmandu. Existe uma crença religiosa de que se alguém for ao Shakti Peetha e adorar e prestar homenagem, obterá poder e seus desejos serão realizados. https://www.collegenp.com/event/chaite-dashain-festival/ (consultado em 24 de junho de 2021)

Raksha Bandhan (Nepal e Índia) ou Rakhi é um dos festivais mais populares da Índia. Embora a origem do festival varie, hoje ele significa um vínculo de proteção entre irmão e irmã. Irmãs amarram um fio ao redor do pulso direito de seus irmãos, orando por sua longa vida enquanto os irmãos fazem o voto de proteger suas irmãs. Nos últimos dias, Rakhi passou a significar um vínculo de amizade e boa vontade para com todos. https://www.prokerala.com/festivals/raksha-bandhan.html (consultado em 24 de junho de 2021) Cartões de Raksha Bandhan :



TIHAR FESTIVAL DAS LUZES 
(3 a 6 de novembro de 2021 
O festival de luzes de cinco dias, conhecido como Tihar homenageia Yama, o Deus da Morte, enquanto a adoração de Laxmi, a Deusa da Riqueza domina as festividades. No primeiro dia Kaag Tihar, é o dia do corvo, o informante de Yama é adorado. No segundo dia, Kukur Tihar é para adorar os cães como os agentes de Yama. No terceiro dia é Gai Tihar e Laxmi Puja. Nesse dia, as vacas são oferecidas orações e comida pela manhã, e a Deusa Laxmi é oferecida orações elaboradas e puja à noite. O quarto dia é para o animal de tração, bois, quando a comunidade Newari também realiza o Mha Puja dedicado a si mesmo. O quinto dia é o Dia dos Irmãos, quando as irmãs colocam tika na testa de seus irmãos e dão bênçãos. Este festival é conhecido por iluminar as casas com velas, lâmpadas de pavio de óleo e luzes elétricas. Casas em todo o país são iluminadas com luzes extras e decoradas com guirlandas. Pode-se ter uma bela vista da cidade iluminada de Kathmandu a partir da Stupa de Swoyambhunath. As celebrações começam com a adoração de corvos e cães. Pratos de folha de arroz, incenso e luz são preparados para o mensageiro escuro, enquanto os cães são adorados e oferecidos guloseimas. https://www.welcomenepal.com/whats-on/tihar.html (consultado em 21 de junho de 2021)
Holi ou Festival das Cores (NEPAL E DA ÍNDIA) é um festival realizado na Índia e em alguns outros lugares todos os anos entre fevereiro e março, que comemora a chegada da Primavera. Neste dia, as pessoas atiram tintas das mais diversas cores umas às outras, com muita bebida, comida e música. Essa brincadeira começa quando crianças atiram as tintas aos pais e irmãos sendo que, no final, todos estão completamente pintados e coloridos. Holi, também chamado de Festival das Cores, é um popular festival Primavera observado na Índia, Suriname, Guiana, Trindade, Reino Unido, Ilhas Fiji e no Nepal. Em Bengala Ocidental da Índia e do Bangladesh, é conhecido como Dolyatra (Doljatra) ou Boshonto Utsav ( "Festa da Primavera"). O principal dia, Holi, também conhecido como Dhulheti, Dhulandi ou Dhulendi, é celebrado por pessoas que atiram água e pó colorido uns aos outros. As pessoas cumprimentam-se dizendo “Holi Hai”. https://pt.wikipedia.org/wiki/Holi (consultado em 21 de junho de 2021)



Tabaski (Senegal) Eid al-Adha é conhecido como “Festival Tabaski” no Senegal, assim como na vizinha Gâmbia e em grande parte da África Ocidental. Embora o nome possa ser diferente, é o mesmo feriado islâmico que os muçulmanos em outras partes do mundo celebram. No Senegal, o estado fornece uma ovelha ou carneiro para famílias que não podem pagar por suas próprias. Assim, todos podem abater um animal neste dia. As ruas estão cheias de animais amarrados a postes e até carros, aguardando o abate. Você verá ovelhas e cabras lideradas por crianças pequenas e também os verá andando com humanos em ônibus. Há um concurso nacional na TV no Senegal a cada ano para determinar qual ovelha é a mais bonita, mas sua beleza, infelizmente, não as poupará! Depois de um serviço especial na mesquita, as pessoas voltam para casa para abater o animal do sacrifício. É primeiro banhado, geralmente na praia, e então seu sangue é drenado para um buraco no solo. Em seguida, a carcaça é massacrada para a festa. Todas as partes dos três ou quatro milhões de animais sacrificados no Senegal para Tabaski são usadas. Nada é desperdiçado, nem mesmo os intestinos. É usado o couro da pele, assim como os chifres dos animais. https://publicholidays.africa/senegal/eid-al-adha/ (consultado em 21 de junho de 2021)
Noite de Kupala , ( bielorrusso : Купалле , polonês : Noc Kupały , russo : Иван-Купала , ucraniano : Івана Купала ), também chamado de Ivanа-Kupala , é um feriado tradicional eslavo que era originalmente celebrado na noite mais curta do ano, que é em 21-22 ou 23-24 de junho ( República Checa , Polônia e Eslováquia ) e nos países eslavos orientais de acordo com o calendário juliano tradicional na noite entre 6 e 7 de julho (Bielo- Rússia , Rússia e Ucrânia ). Em termos de calendário, é o oposto do feriado de inverno Koliada . A celebração está relacionada ao solstício de verão, quando as noites são mais curtas, e inclui uma série de rituais eslavos . O nome do feriado era originalmente Kupala ; um rito de fertilidade pagão mais tarde adaptado ao calendário cristão ortodoxo , conectando-o com o dia de São João, que é celebrado em 24 de junho. O Cristianismo oriental usa o calendário juliano tradicional, que está desalinhado com o solstício real; 24 de junho no calendário juliano cai em 7 de julho no calendário gregoriano mais moderno . O nome ucraniano, bielorrusso e russo deste feriado combina " Ivan " (João, neste caso João Batista ) e Kupala, que se pensava ser derivado da palavra eslava para banho, que é cognata . No entanto, provavelmente decorre do kump proto-eslavo , uma reunião. As duas festas poderiam ser conectadas pela reinterpretação do povo batizando de João por meio da imersão total em água. No entanto, a tradição de Kupala antecede o Cristianismo. A celebração pagã foi adaptada e restabelecida como uma das tradições cristãs nativas entrelaçadas com o folclore local. https://en.wikipedia.org/wiki/Kupala_Night (consultado em 24 de junho de 2021)

PORTUGAL 

Dia de Nossa Senhora (13 de maio) 
A aparição de Nossa Senhora de Fátima aos três pastorinhos - Lúcia de Jesus (10 anos), Francisco (9 anos) e Jacinta (7 anos), aconteceu pela primeira vez a 13 de maio de 1917, num campo da Cova de Iria, na freguesia de Fátima, em Ourém. No mesmo ano, Nossa Senhora de Fátima volta a aparecer aos três pastorinhos, a 13 de maio, 13 de junho, 13 de julho, 13 de setembro e 13 de outubro. (fonte https://www.calendarr.com/portugal/aparicao-de-nossa-sra-de-fatima-aos-3-pastorinhos/ )

Dia da Espiga é uma celebração portuguesa que ocorre no dia da Quinta-feira da Ascensão com um passeio matinal, em que se colhe espigas de vários cereais, flores campestres e raminhos de oliveira para formar um ramo. Segundo a tradição o ramo deve ser colocado por detrás da porta de entrada, e só deve ser substituído por um novo no dia da espiga do ano seguinte. O ramo da espiga é composto pelas seguintes plantas que simbolizam: Espiga – pão ; malmequer – fortuna; papoila – amor; oliveira – paz; alecrim – saúde; videira – alegria (fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_da_espiga )










Padlet: "5ºD no Mundo dos Animais"


 Os alunos da turma do 5ºD trabalharam no projeto "5ºD no Mundo dos Animais" no âmbito das DAC. As disciplinas que intervieram foram: Português, Inglês, HGP e GPS.

A turma está de parabéns!

https://padlet.com/catarinaamaral1/m22eacnk5j8yx9ko



quarta-feira, 12 de maio de 2021

Atividade de Boas Vindas no dia do regresso à Escola – “Welcome back to School activity” – disciplina de Inglês – 3º ciclo


Para celebrar o dia do regresso à Escola, após o longo período de confinamento e coincidindo com a visita dos Senhores Presidente da República, Professor Marcelo Rebelo de Sousa e do Ministro da Educação, Dr. Tiago Brandão, os alunos da turma 8ºA realizaram uma atividade com o objetivo de refletirem sobre os seus sentimentos e anseios ao retomarem o ensino presencial. 

Inicialmente, os discentes assistiram a vídeos sobre práticas de mindfulness no quotidiano, a fim de desenvolverem as suas competências sociais e pessoais, nomeadamente a resiliência.

De seguida, foi solicitado que concentrassem a sua atenção e definissem o seu estado de espírito através da elaboração e pintura de postais, escrevendo um pequeno texto em inglês complementado com imagens simbólicas dos seus pensamentos, nesta ocasião tão especial das suas vidas.

Posteriormente, os ilustres visitantes deram continuidade à atividade em sala de aula, o que permitiu aos alunos expressarem as suas vivências e ideias, de forma espontânea.

Devido ao impacto positivo junto dos alunos, a atividade foi divulgada aos discentes de 8º e 9º anos que manifestaram empenho na sua concretização, conforme se pode verificar pela seleção apresentada dos trabalhos finais.


Ana Rita Dias, 8ºB



Ângelo Ferreira, 9ºB















Notícias do Dia 6.º A de A. Martins